Conteúdo CAU/BR:
Balanço de 2019 – Dados sobre Arquitetura e Urbanismo no Brasil

Resultados do Anuário de Arquitetura e Urbanismo 2020, a ser lançado em breve pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/ BR), revelam uma série de informações importantes para o futuro da profissão. Chama a atenção, sobretudo, a confirmação da retomada do crescimento do mercado de arquitetura, que aumentou 8,2% no ano.

Em relação ao ano anterior, os arquitetos e urbanistas realizaram 8,2% mais atividades em 2019. De acordo com as informações fornecidas por arquitetos e urbanistas por meio de Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) foram realizados mais de 1,65 milhão de serviços no ano passado – o que confirma a retomada do mercado de Arquitetura e Urbanismo, com três anos seguidos de crescimento.

No total, foram realizados 125.000 serviços a mais em 2019 do que em 2018. Projetos Arquitetônicos e Execuções de Obras continuam sendo as principais atividades realizadas por arquitetos e urbanistas em todo o Brasil, somando 85% do total. Projetos respondem por mais da metade do total de trabalhos e serviços feitos, enquanto Execuções chegam a um terço.

Os estados que mais contribuíram para o crescimento do mercado foram São Paulo (mais 33.600 atividades), Santa Catarina (mais 16.800 atividades) e Rio de Janeiro (mais 13.200 atividades). Um total de 11 estados apresentaram taxas de crescimento maiores que 10%. Com destaque para a Região Norte: em Roraima, o crescimento foi de 51%, e no Amapá, 32%.

 

 

Destaque-se o crescimento cada vez maior das atividades ligadas à Execução de Obras: houve um crescimento de 9,3% em 2019 – o que representa quase 50.000 execuções de obras a mais que no ano anterior. Os serviços de projeto também apresentaram um crescimento significativo, com 57.300 projetos a mais que no ano anterior – uma variação positiva de 7,2%.

Outros três campos de trabalho também vêm se destacando pelo seu crescimento: Engenharia de Segurança do Trabalho (31% de alta em 2018) e Meio Ambiente (23% de alta). Apesar de ainda somarem poucas atividades se comparadas ao total de trabalhos realizados no Brasil, são mercados em franca expansão para arquitetos e urbanistas.

 

Campanhas de valorização profissional

Esse crescimento acontece em meio a diversas ações que o  CAU/BR promove objetivando a valorização da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil, por meio de campanhas publicitárias, diálogo institucional com o Governo Federal e Congresso Nacional, eventos nacionais e agora também ações de apoio à Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social.

A Campanha do Dia do Arquiteto, por exemplo, alcançou mais de 164 milhões de impactos pela publicidade em rádios, televisão, sites e redes sociais. Esse número corresponde a audiência dos veículos em que a campanha foi veiculada: TV Globo; TV Record; 41 rádios; redes sociais (Facebook, YouTube e Instagram) e sites.

Também foi produzido o programa de rádio Arquitetura para a Vida, transmitido três vezes por semana nas rádios CBN e Bandnews. Os programas buscam conscientizar a população brasileira sobre a necessidade da contratação de arquitetos e urbanistas em obras de reforma e construção, inclusive em habitações de interesse social. O CAU/BR também oferece aos arquitetos e urbanistas e aos possíveis clientes de todo o Brasil a plataforma Ache um Arquiteto e Urbanista (acheumarquiteto.caubr.gov.br), com informações sobre profissionais e empresas do setor, classificados por nome, município e estado.

 

 

 

 

Mais arquitetos e urbanistas

O Brasil possui 179.435 arquitetos e urbanistas. Quase um terço (57.229) está em São Paulo. Os outros estados com maior número de profissionais são Rio de Janeiro (19.868), Rio Grande do Sul (15.520) e Minas Gerais (14.219). Desde 2012, ano de instalação do CAU/BR e dos CAU/UF, o total de arquitetos e urbanistas atuantes no país cresceu 70% – a uma taxa média anual de 8%. Crescimento que, em termos proporcionais, é maior no Ceará (22% mais arquitetos do que em 2018), Rondônia (crescimento de 21%) e Piauí (crescimento de 20%).

Empresas de Arquitetura e Urbanismo multiplicam-se em velocidade ainda maior. São 26.157 organizações do setor em todo o país – bem mais que o dobro desde que o CAU/BR e os CAU/UF começaram a funcionar. Só no ano passado, esse número cresceu quase 10%.

No Anuário de Arquitetura e Urbanismo 2020, que deve ser lançado em breve pelo CAU/BR, pode-se conferir todas as informações sobre quantidade de arquitetos, empresas e atividades em cada unidade da federação. A publicação traz também as relações de vencedores dos prêmios e concursos realizados no Brasil e no mundo em 2019.