Arquitetura transforma tijolo em Cultura | Por Tiago Holzmann

Michelangelo dizia que sua escultura apenas libertava do mármore bruto o que este aprisionava – o anjo, o cavalo, a ninfa – retirando do bloco de pedra tudo o que não era necessário para revelar a sua forma final. Marco Polo, no livro As Cidades Invisíveis de Ítalo Calvino, narra suas aventuras para o imperador Kublai Khan. Em uma das passagens, descreve uma ponte e pergunta ao imperador qual das pedras sustenta a ponte e, diante do silêncio do Imperador, relata que a ponte não é sustentada por uma ou outra pedra, mas sim pelo arco que estas formam.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante