César Shundi Iwamizu, Eduardo Gurian, Bruno Salvador e Helena Ayoub Silva: Ampliação do Sesc, Ribeirão Preto, SP

Os ambientes do futuro anexo da unidade do Sesc/SP em Ribeirão Preto estarão “empilhados” numa caixa quadrada e vertical. O topo do prédio laminar existente - projetado por Oswaldo Corrêa Gonçalves - funcionará como um terraço do novo edifício.

César Shundi Iwamizu, Eduardo Gurian e Bruno Salvador não haviam nascido ainda quando o Serviço Social do Comércio de São Paulo (Sesc/SP) inaugurou sua unidade em Ribeirão Preto, uma das mais antigas da instituição, que possui ampla rede na capital e interior. Já Helena Ayoub Silva cursava o ensino fundamental, em 1962, quando o edifício projetado pelo arquiteto Oswaldo Corrêa Gonçalves e situado na região central daquela cidade começou a atender os comerciários.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante