Conteúdo Stobag: Proteção solar e conforto térmico em salas de aula

Concluído em fevereiro deste ano, o novo campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em Joinville é composto por três edifícios projetados pelo escritório Szoma Arquitetura. No bloco principal, uma fachada têxtil de alta performance - Revesto, da empresa Stobag - controla a entrada de luz solar e permite ventilação natural nas salas de aula e de professores

Patrocinado

Três blocos com tipologia industrial compõem o Campus Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina, gerando um total de 13 mil metros quadrados de área construída. Situado em um condomínio multissetorial no Distrito Industrial, o conjunto permeado por caminhos arborizados foi projetado pelo Szoma Arquitetura e construído com sistema pré-fabricado em apenas seis meses.

Caracterizado por quatro volumes retangulares sobrepostos, o bloco principal tem 8,7 mil metros quadrados e abriga os acessos, salas de aula e de professores, departamentos administrativos, além de um auditório com capacidade para 200 pessoas e uma biblioteca.

Como explica o arquiteto autor do projeto, Mateus Szomorovszky, era preciso controlar a iluminação solar nessa edificação – principalmente nas salas de aula e de professores -, sem perder a intensidade da luz, bem como preservar o conforto térmico, ventilação natural e a permeabilidade visual.

Diante dessas necessidades, o escritório de arquitetura optou por usar na fachada um sistema desenvolvido pela empresa Stobag: o Revesto, solução que utiliza perfis de alumínio macho e fêmea que tensionam a membrana têxtil. Os sistemas (de 2,5 x 5,0 metros) foram fixados diretamente na estrutura do edifício em apenas 10 dias, o que permitiu rapidez e limpeza no canteiro de obra.

“Já trabalhávamos com os toldos tradicionais que a Stobag fabrica. Conhecemos o Revesto em uma visita à fábrica. Desde então, quando precisamos de um controle solar de fachada aliado à estética e bom acabamento, especificamos o produto. Alguns projetos ainda estão em processo de implantação”, explica Szomorovszky, ressaltando ainda qualidades como a maleabilidade, medidas flexíveis e o prazo de entrega para a escolha do Revesto.

A tecnologia Revesto para fachadas microclimáticas permite que a membrana têxtil retorne ao seu estado original após receber pressão de vento ou chuva, permanecendo tensionado mesmo após anos de uso. Completamente sob medida, garante uma configuração livre da fachada têxtil.

No caso do Campus Joinville da UFSC, foram aplicados cerca de 1 mil metros quadrados do sistema, em cores que permitiram “dar ritmo à fachada de horizontalidade bem marcada”, comenta o arquiteto. Com variedade de cores e total liberdade de formatos e composições, a solução é indicada ainda para projetos de retrofit, buscando a renovação de edificações existentes.

 

 

www.stobag.com.br
[email protected]
0800 709 9080

*O conteúdo do Acervo PROJETO está em constante atualização. Algumas matérias publicadas podem apresentar textos em desacordo com as regras ortográficas atuais, bem como imagens em menor resolução que o ideal, ou mesmo a falta delas. Ajude-nos a atualizar o site enviando mensagens aqui.