Arena ao ar livre

Carlos Bratke: Parque do Povo, São Paulo

Contratado peta Caixa Econômica Federal e pelo IAPAS, o arquiteto Carlos Bratke elaborou um projeto para o local conhecido como Parque do Povo, que poderá fixar as bases de uso e ocupação do solo para as diretrizes que a Secretaria Municipal de Planejamento deverá adotar para o terreno, permitindo, desse modo, que os proprietários rompam os vínculos que hoje impedem sua alienação. A área, objeto de disputa jurídica, está congelada pela prefeitura e é considerada, pela lei de zoneamento, como Z8-200, com ocupação não definida, dependendo da Câmara Municipal para qualquer alteração de uso ou da edificação.

As características atuais de utilização do terreno compreendido entre as avenidas das Nações Unidas, Cidade Jardim, Presidente Juscelino Kubitschek e rua Brigadeiro Haroldo Veloso (zona sul, junto ao rio Pinheiros) – que abriga uma escola de circo e sete quadras poliesportivas – parecem definir a vocação da área e devem ser mantidas, porém organizadas e melhoradas em qualquer tipo de projeto.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante