Carlos Bratke: Edifício Jacarandá, São Paulo

Duas lâminas curvas de 62,50 metros de extensão, instaladas em balanço de sete metros e ancoradas em estrutura metálica, ganharam módulos unitizados, compostos por vidros de elevado desempenho energético, em tons de verde, amarelo e cinza. Eles compõem as fachadas do edifício Jacarandá, projetado pelo arquiteto Carlos Bratke.


Para atender à proposta do projeto arquitetônico, de construção de duas grandes fachadas curvas em balanço, o edifício Jacarandá tem sua estrutura de concreto envolvida por estruturas metálicas que ancoram os módulos unitizados de vidros coloridos. No lado oposto às lâminas curvas, duas outras faces ganharam terraços de três metros de largura e 16,80  metros de comprimento. Essa envoltória define a identidade do prédio, implantado na rua Sansão Alves dos Santos, região da avenida Luís Carlos Berrini, em São Paulo.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante