Santiago Calatrava - Desenhos para a ponte de Mérida

Calatrava herético? – Ideais profissionais e credos divergentes | Por Antoine Picon

Nem engenheiro, nem arquiteto: Calatrava deve ser condenado pelo caráter herético de seu trabalho ou, pelo contrário, venerado como alguém que abre novos caminhos?

“Desde o início do século, arquitetos e engenheiros se olham mais com estranheza do que com benevolência. Queremos crer que o deus a + b e a deusa fantasia estejam começando a se olhar reciprocamente”, declarava em 1877 Cesar Daly.1 Duas profissões tão próximas viam surgir um problema novo: o das delicadas e ambíguas relações entre a arquitetura e a ciência e arte do engenheiro.2

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante