Burle Marx, o prazer de viver e trabalhar com a natureza

A natureza e a ecologia estão em destaque. Os debates sobre como harmonizar a civilização contemporânea e o ambiente natural ocorrem nos vários continentes, o assunto permeia toda a sociedade: do cotidiano da dona de casa ao meio acadêmico. Nunca esteve tão presente a preocupação de preservar a terra, o ar, as águas, os seres vivos e evitar o colapso do planeta. Mas esses questionamentos não constituem novidade. Para calibrar nossas opiniões frente a tamanha agitação vale a pena consultar exemplos sólidos, como o de Roberto Burle Marx. Há tempos ele discute muitas dessas idéias não apenas em conferências, mas princi-palmente nos seus projetos de jardins. Nessa entrevista a Guilherme Mazza Dourado, ele comenta o ofício do paisagista, os princípios e as inquietações que motivam seu trabalho e o sabor de viver integrado à natureza.

Qual sua visão do relacionamento entre homem e natureza?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante