Brasil Arquitetura: Centro Cultural Cais do Sertão, Recife

Duas mil e cem peças de um cobogó branco, desenhado especialmente para o projeto, envolvem externamente o edifício de concreto que, abrigando auditório, salas de exposição temporária, administração e restaurante, é a segunda e derradeira etapa da implantação do Cais do Sertão, centro cultural que o Brasil Arquitetura projetou para terreno beira-mar na ilha do Recife Antigo – cercada pelo oceano Atlântico, de um lado, e pelo rio Capibaribe do outro.

O elemento vazado é constituído por concreto geopolimérico na cor branca e, medindo 1 por 1 metro de lado, teve desenho inspirado nas rendas produzidas pelas mulheres do sertão. A sombra gerada pelos cobogós, no entanto, sendo a peça larga 15 centímetros, protege os interiores do museu das insolações leste e oeste, para onde estão voltadas as fachadas alongadas da edificação, respectivamente na direção do mar e da cidade.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante