(Foto: Joana França)

BLOCO Arquitetos: Casa Cavalcante (GO)

A racionalidade dos projetos residenciais do BLOCO Arquitetos, de Brasília, não é sinônimo de repetição banal de soluções arquitetônicas consolidadas. Antes, atento às técnicas, materiais e conhecimentos construtivos dos locais de implantação, o trio de arquitetos tem repertório projetual diversificado na área, orquestrado, porém, pela linguagem que se pode dizer minimalista. Nesta casa de veraneio localizada em lugar remoto - em meio ao cerrado de Goiás -, assim, o telhado de duas águas tem força expressiva: é a sombra necessária para a vida no clima quente e úmido e a possibilidade de mesclar artesania com a construção semi-industrializada.

A relação entre área do terreno, 266 mil metros quadrados, e a área edificada, 270 metros quadrados, é indicativa da natureza do projeto da Casa Cavalcante de inserção discreta em meio a uma paisagem particularmente exuberante: o cerrado. Trata-se de uma fazenda em terra regular mas vizinha à Área de Preservação Ambiental (APA), distante 20 quilômetros (a oeste) do núcleo de Cavalcante de Goiás. A qual, por sua vez, está a cerca de cinco horas e meia de viagem de carro a partir de Brasília, onde residem as contratantes do projeto desta casa de veraneio. Embora a longa distância até a capital federal, frequentemente a casa do cerrado é visitada semanalmente, relata Daniel Mangabeira, sócio de Henrique Coutinho e Matheus Seco no BLOCO Arquitetos, os autores do projeto.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante