No detalhe, Corbusier e Niemeyer em Brasília, na década de 1960

Niemeyer X Johnson | Por Fernando Serapião

Nessa comparação, o que chama a atenção são as diferenças

Existem algumas comparações odiosas, mas, por isso mesmo, irresistíveis. Quando se confrontam, por exemplo, Philip Johnson e Oscar Niemeyer, a primeira semelhança que vem à mente é a figura do profissional nonagenário e ainda produzindo arquitetura. De fato, não é comum alguém projetar em tão avançada idade. Mas, aparentemente, as semelhanças entre eles são poucas: a idade, a proximidade com os mestres pioneiros do modernismo e o fato de ambos serem detentores do Pritzker.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 6,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 6,99 mensaisJá sou assinante