Livre pensar e só pensar: casa, cidade e pax americana | Por Carlos Eduardo Dias Comas

A casa e seus pressupostos arquitetônicos, inspirados em condicionantes ideológicos e socioculturais, são analisados pelo autor neste artigo

Desde o ideário norte-americano do imediato pós-Segunda Guerra às propostas latino-americanas, dos mestres Le Corbusier e Barragán, perpassando pelas experiências brasileiras de Oscar Niemeyer, Joaquim Guedes e Ruy Ohtake, entre outros, para chegar à residência neste início de século, com novos paradigmas de família.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante