Arquitetura de teatros: o século XIX e a belle époque no Brasil | Por Hugo Segawa

Em três manifestações enunciadas num intervalo de tempo inferior a meio século, podemos nos acercar do significado do teatro no período de nosso interesse. Para João Caetano (1808-1863), ator e empresário, a figura mais ilustre do palco brasileiro no século XIX, o teatro com arte descortinava um “objetivo civilizador” (Magaldi, 60); “dos mais nobres divertimentos”, no entender do arquiteto Luiz Schreiner, que não poderia ser confundido com “certos teatrinhos, alcazares etc.” (Schreiner, 3, mar. 1988), indiretamente referidos na decadência preocupantemente apontada pelo escritor Henrique Marinho (Marinho, 105, 171).

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante