Arquea Arquitetos: Bcredi, Curitiba (PR)

Materiais e arranjos filtram usos e visualidades. No desenho do escritório da startup do segmento de finanças e crédito prevaleceu o conceito do ‘open space com restrições’ para organizar setores e usos – híbrido defendido pelos arquitetos paranaenses encarregados do projeto de interiores. A fórmula inclui materialidade que mais revela (estruturas, instalações, espacialidades) do que esconde e a preferência por acabamentos e mobiliário econômicos.

Em franca expansão, a Bcredi precisou se transferir para um local maior e convocou a equipe do escritório curitibano a fim de preparar a sua futura sede. O lugar escolhido – um andar inteiro de edifício corporativo adjacente a um shopping center no centro da capital paranaense – permitiria acomodar o número crescente de funcionários, mas apresentava distribuição incompatível com as necessidades da financeira. Daí a demanda pela renovação. “Havíamos feito vários projetos para outras startups naquele período e nos tornamos conhecidos por essa frente de atuação”, explica Fernando Caldeira de Lacerda, um dos sócios do Arquea Arquitetos, a respeito da motivação para a contratação.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante