Éolo Maia, entre o barroco e o pós-moderno | Por Adilson Melendez

A arquitetura brasileira perdeu Éolo Maia, um dos mais talentosos mestres de Minas Gerais. Perdeu também um personagem bem humorado, generoso e feliz.

Éolo Maia, entre
o barroco e o pós-moderno

A arquitetura brasileira perdeu Éolo Maia, um dos mais talentosos mestres de Minas Gerais. Perdeu também um personagem bem humorado, generoso e feliz.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante