Aço na Arquitetura: Maior liberdade no arranjo das formas

A história do aço na arquitetura brasileira passa, necessariamente, pela história da implantação da ferrovia no país pelos ingleses. Concluídas as redes de linhas férreas nas ilhas britânicas, responsáveis na Grã-Bretanha pelo desenvolvimento de sua indústria siderúrgica, esta passou a operar com grande capacidade ociosa. Era preciso encontrar novos mercados e eles apareceram na Europa continental, Ásia, África e Américas. Foi mais ou menos assim que os ingleses aqui chegaram, com sua tecnologia, para implantar a rede ferroviária, e maravilharam a sociedade brasileira com suas pontes, locomotivas, vagões e, principalmente, estações.

O auge desse deslumbramento ocorreria ao se erguer a Estação da Luz, em São Paulo, com suas peças de ferro todas trazidas da Inglaterra. Ali, a plataforma de embarque é coberta com grandes arcos treliçados, em ferro, que vencem vãos de 39 m. Mas elementos como arcos, colunas, consolos e passarelas têm uma função mais estética que construtiva.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante