A restauração da cidade | Por Maurício Andrés Ribeiro

Cerca de 50 asteroides de bom tamanho passam diariamente entre a Terra e a Lua. Um deles, cuja trajetória vem sendo rastreada pelos cientistas, poderá chocar-se com a Terra em 2116, provocando a destruição da vida neste planeta. Essa hipótese abreviaria seu fim, que ocorreria com a transformação do Sol numa estrela gigante vermelha, daqui a 5 bilhões de anos. Pensar cosmicamente, hoje, é um imperativo e agir localmente é agir sobre a Terra, um pequeno lugar dentro do cosmo.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante