A praça Benedito Calixto continua viva | Por Adilson Melendez

Em 1985, quando a hoje tradicional feira era incipiente, acreditava-se que sim.

Revitalização não foi adiante, mas a praça Benedito Calixto permanece agitada
Embora haja muitos casos positivos e seja visível certa conscientização a respeito, o brasileiro ainda não aprendeu a tratar bem, de verdade, os espaços públicos – isso vale tanto para governantes como para a população em geral. Em São Paulo, como na maior parte das cidades brasileiras, não são raras as agressões a monumentos e o descaso com edifícios históricos. Nesse contexto, a praça Benedito Calixto, localizada no bairro de Pinheiros, na zona oeste da cidade, é quase uma exceção à regra. Ocupando área de aproximadamente 15.000 metros quadrados, transformou-se numa referência carinhosa para artistas, intelectuais e boêmios paulistanos. Existe até uma Associação dos Amigos da Praça Benedito Calixto.Uma feira de antigüidades é realizada no local aos sábados. É quando a praça alcança plenamente uma das funções que se espera de uma área pública dessa natureza – a da apropriação não predatória. Mas o espaço poderia ser melhor aproveitado?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante