4ª BIA – Mario Botta: Centro de Tradições Judaicas e Sinagoga Cymbalista, Tel-Aviv, Israel

Duas pequenas e enigmáticas torres reúnem o secular e o religioso no campus da Universidade de Tel-Aviv

Ao lado de sir Norman Foster, de Frank Gehry, dos latino-americanos, dos holandeses – e evidentemente dos brasileiros -, outro grande nome internacional participou com sala própria na BIA: Mario Botta. Nela, o arquiteto suíço mostrou o projeto do Centro de Tradições Judaicas e Sinagoga Cymbalista, na Universidade de Tel-Aviv, em Israel. As metas muito bem definidas do programa se traduzem em dois edifícios de usos diferentes, mas interligados: uma sinagoga e um salão de conferências, um lugar para rezar e um espaço para debater. As duas pequenas torres são revestidas de pedra e têm formas estruturais totêmicas.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante